Curso técnico aumenta renda em média 18%.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×

Profissionais que fizeram cursos técnicos tem acréscimo na renda de 18% , em comparação com pessoas com perfis socioeconômicos semelhantes que concluíram apenas o ensino médio regular.  É o que revela as pesquisas encomendadas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Em março foi divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), comparou os rendimentos de trabalhados que fizeram cursos de Educação profissional com aqueles sem esse tipo de formação. Foram considerados aspectos como Gênero, idade, cor, escolaridade região de moradia, setor de atividades e renda per capita familiar.

De acordo com a pesquisa, divulgada pelo Senai, segue abaixo a tabela por regiões e a acréscimo na renda dos profissionais com curso técnico:


Podemos perceber que o maior ganho foi verificado entre ex-alunos de cursos técnicos do Nordeste: um aumento de rendimento de 21,7% em relação a quem não fez ou não concluiu esse tipo de formação, já nas regiões Norte e Centro-Oeste, o ganho salarial de quem fez curso técnico foi de 21,4%., e nas regiões Sudeste e Sul que concluíram cursos técnicos tem a renda 15,1% superior a quem apenas concluiu o ensino médio regular.

O estudo também traçou o perfil das pessoas que fazem cursos de educação profissionais no Brasil. O universo dos trabalhadores que concluíram um curso técnico está dividido quase igualmente entre homens e mulheres (50,4% de homens); a maioria identifica-se como branco (55,9%) e vive em cidades (95,8%), principalmente em regiões metropolitanas (39,8%) . A maioria esta na faixa etária entre 25 a 44 anos (50,3%) e a maior fatia (75%) se situa de renda familiar per capita, sendo de 1 a 2 salários mínimos ou acima, enquanto essa renda se aplica a 44,5% entre aqueles que nunca frequentaram cursos de educação profissional.

Os cursos técnicos tem a finalidade de ensinar uma profissão ao estudante com carga horária em média de 1.200 horas (cerca de 1 ano e 6 meses), ao qual são destinados a alunos matriculados ou que já concluíram o ensino médio e no término do curso recebem um diploma.

O diretor geral do Senai, Rafael Lucchesi avaliou “Um aumento de renda de quase 20% não é trivial. Trata-se de um diferencial relevante e uma prova de que vale a pena investir nessa modalidade de formação profissional” e ressalta “Além disse, o curso técnico é o caminho mais rápido para a inserção qualificada do jovem no mundo do trabalho e uma ótima opção para o trabalhador desempregado que busca se recolocar no mercado”.

Comentarios

Comentarios

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Filament.io 0 Flares ×